• banner-bife-superbom
  • quinoaburger
  • banner-horizontal-aberto-surya
  • QLINK
  • cacao-nibs-featured
  • glutadela no-guia-vegano
  • banner-tui-fb2
  • coma-mais-vegetais
  • Novidades Embalagens
  • MAXRICE-yoo2

Proteína do Peixe

“Olá doutor! espero que esteja tudo bem com você. Bom,é assim. Não como carne há 3 anos, quando falo carne, mim refiro a carne bovina, suina e de aves.bebo leite e as vezes como ovo, muito raramente, ah como soja práticamente todos os dias. Mim sinto maravilhosamente bem!tanto comigo quanto com os animais, sabendo que não estou contribuindo com a matança desses seres tão puros. MAS.. de vez em quando como peixe, mas estou querendo MUITO deixar de comer peixe tambem.mas tenho medo de fazer alguma falta, sabe, ficar doente, porque já ouvir falar que o peixe é rico em omega3 e mais outros nutrientes muito importantes. Então gostária que o senhor mim falasse como eu poderia substituir as proteinas do peixe, eu sei que a linhaça é uma grande aliada.porque tambem tem omega 3.
Resumo da da história rs como faço pra substituir as protéinas encontradas no peixe? em quais alimentos?
muito obrigada desde já!”

Prezada Camila,
Tudo bom?

Uma das perguntas que recebo com mais freqüência é de pessoas querendo saber o que substitui a proteína das carnes, o cálcio do leite e o ômega 3 dos peixes, etc.. sem duvida que elas têm boa intenção com o questionamento, afinal somos “bombardeados” com informações de que esses alimentos de origem animal são fundamentais para a nossa boa nutrição.

Costumo iniciar a minha resposta com a seguinte frase: “Nenhum alimento contém todos os nutrientes, assim como nenhum nutriente esta em apenas um alimento”. O que eu quero dizer com isso é que o mais importante em uma dieta é a variedade, equilíbrio e a sua composição ao longo do dia e não o consumo de um ou outro alimento isoladamente.

Proteínas oriundas de uma dieta a base de vegetais podem atingir as recomendações quando uma variedade de alimentos* e ingerida e as necessidades calóricas são supridas. (*principalmente com a ingestão de cereais, feijões, castanhas, nozes, sementes, derivados da soja e para alguns os laticionios e ovos)
Vale lembrar que não existe diferença na incorporação da proteína no organismo humano quando ela é proveniente de fonte animal ou vegetal.

As leguminosas (feijões) costumam ser deficientes (deficiente é diferente de não ter, eles apenas apresentam quantidades inferiores da recomendada) em dois aminoácidos chamados de metionina e cisteina enquanto que os cereais são deficientes em lisina, entretanto uma mistura de 2 partes de cereal com uma parte de leguminosa fornece uma proteína completa para os seres humanos. Lembrando que essa mistura não precisa ser feita na mesma refeição.

Vale a pena ressaltar que vegetarianos não precisam consumir SOJA todos os dias para obter suas proteínas, o ideal é variar bastante os feijões (lentilha, grão de bico, fava, ervilha, feijão branco, etc..) as castanhas e sementes e também os cereais (arroz, trigo, aveia, etc...).


Fonte: http://eduardoburiola.blogspot.com/

embalagens_recicladas
As caixas usadas
para embalar nossas
encomendas são
recicladas ou usadas
.