Skip to main content

O Lado Obscuro da Gestão de Gado na Amazônia: Um Mergulho Profundo em Triangulação de Gado, Lavagem e Falhas de Política

vacas no pasto marcadas como objetos

Nas exuberantes e vastas florestas da Amazônia, uma operação clandestina está em andamento.  Um artigo acadêmico recente revela que quase 75% do gado que chega aos matadouros entre 2013-2018 se originou de apenas oito Áreas Protegidas (APs) específicas. Esta é uma história de engano, degradação ambiental e uma complexa rede de cumplicidade que se estende de agricultores locais a corporações globais.

A Arte da Triangulação de Gado

85% do gado na Amazônia passa por várias propriedades antes de chegar aos matadouros. Essa prática, conhecida como triangulação de gado, serve como uma cortina de fumaça para esconder atividades ilegais, como desmatamento e invasão de terras indígenas. O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) documenta apenas a última fazenda, deixando uma lacuna enorme na responsabilização.

A Ilusão do Monitoramento

Os Guias de Trânsito Animal (GTAs) deveriam rastrear os movimentos do gado. No entanto, esses documentos são emitidos de forma descuidada, e seu sistema de consulta está desatualizado, tornando o rastreamento em tempo real impossível. O artigo acadêmico enfatiza a necessidade urgente de um monitoramento aprimorado tanto de fornecedores diretos quanto indiretos, já que os sistemas atuais são inadequados.

O Paradoxo da Política: Acordos de Gado com Desmatamento Zero no Brasil

Mais de uma década de esforços para implementar Acordos de Gado com Desmatamento Zero no Brasil teve pouco sucesso. Lacunas na conformidade e fiscalização frouxa tornaram esses acordos ineficazes. A ausência de sistemas de rastreamento e monitoramento em tempo real, aliada a dados fraudulentos no CAR, permitiu que os fazendeiros evitassem a conformidade.

A Teia Corporativa: Envolvimento da JBS

A JBS, maior processadora de carne do mundo, foi implicada em lavagem de gado. A empresa tem comprado gado de áreas protegidas, incluindo aquelas oito APs específicas identificadas no artigo acadêmico, e reservas ambientais. Apesar dessas alegações, a JBS continua operando, revelando as limitações das regulamentações atuais.

Conclusão

A Amazônia não é apenas uma floresta; é um campo de batalha onde as apostas são altas e os jogadores são muitos. De agricultores locais a corporações globais como a JBS, a cadeia de cumplicidade é longa e emaranhada. À medida que o mundo lida com as mudanças climáticas, o momento para ação é agora. A Amazônia não pode esperar, e nós também não podemos.


Infográfico do gado na amazonia 1
Infográfico do gado na amazonia 2


Referências:

"Extensive Production Practices and Incomplete Implementation Hinder Brazil's Zero-Deforestation." Tropical Conservation Science, vol. 13, no. 1. Online Access.

"The Role of Cattle Ranching in Deforestation and Climate Change." Conservation Biology. Online Access.


"Sustainable Cattle Ranching in the Amazon: A Case Study." ScienceDirect, Journal of Cleaner Production. Online Access.


"Market-Based Incentives for Sustainable Cattle Ranching." ScienceDirect, Journal of Cleaner Production. Online Access.


"Zero-Deforestation Cattle Agreements: An Analysis of Effectiveness." Annual Reviews in Environment and Resources. Online Access.


"More than 800 Million Amazon Trees Felled in Six Years to Meet Beef Demand." The Guardian. Online Access.
  • Criado por .
  • Acessos 449