Skip to main content

Entrevista com Fernanda Morena, Diretora da Veganuary Brasil

entrevista veganuary 2024

Em um momento em que o veganismo ganha espaço como um estilo de vida consciente e sustentável, a Veganuary Brasil se destaca como uma força propulsora nessa transformação. Celebrando um crescimento notável e um engajamento sem precedentes, a campanha deste ano ressoa com o espírito de mudança e adaptabilidade. À frente dessa jornada inspiradora está Fernanda Morena, a visionária Diretora da Veganuary Brasil, cujo trabalho não apenas molda, mas também reflete o dinamismo e a diversidade da cultura brasileira na adoção do veganismo.

Nesta entrevista exclusiva, mergulhamos nas profundezas da campanha Veganuary, explorando suas estratégias inovadoras, colaborações influentes e o impacto palpável que está criando na sociedade. Fernanda compartilha sua perspectiva enriquecedora, desvendando as camadas de progresso, desafios e aspirações que definem a trajetória do veganismo no Brasil.

Junte-se a nós nesta conversa reveladora, onde a paixão encontra propósito e onde cada palavra de Fernanda ilumina o caminho para um futuro mais compassivo e sustentável.


Guia Vegano: Fernanda, a campanha Veganuary deste ano no Brasil teve um crescimento significativo. Como você acredita que a cultura brasileira está recebendo e se adaptando ao veganismo, especialmente considerando a diversidade regional do país?

Fernanda Morena: Acredito que estamos melhorando e ganhando espaço para crescer e melhorar ainda mais. Cada vez que uma pessoa comenta que está considerando o veganismo, estamos dando um passo adiante. É por isso que crescemos, porque estamos, como povo, melhorando nessa conversa sobre o que significa o veganismo e como podemos revisar nossas práticas culturais de forma a seguirem o princípio ético de respeito à vida - a todas as formas de vida. Há ainda muita dúvida, muito viés e muita informação errada e imprecisa que aumentam as barreiras de adesão. Mas a partir desse trabalho contínuo de convite às pessoas a experimentarem, em que mostramos que seguir uma alimentação à base de plantas é mais sobre acrescentar opções às refeições às quais já estamos acostumados do que o contrário, diminuímos essas barreiras e fica mais fácil entender que não precisamos abrir mão da nossa cultura alimentar, mas, sim, podemos transformá-la para ser mais compassiva e saudável.

Guia Vegano: A participação de celebridades e influenciadores é uma estratégia poderosa. Pode nos contar como a presença deles tem impactado a percepção e a adesão ao veganismo no Brasil?

Fernanda Morena: Eles nos ajudam a inspirar as pessoas, a trazer humanidade e realidade. Muitas pessoas acabam espelhando comportamentos das pessoas de quem gostam porque elas as inspiram positivamente. Percebemos nas conversas desses posts pessoas falando “não sabia dessa campanha, vou tentar”, aceitando então o convite a participar, mas também gente que comenta “não sabia que tal pessoa era vegana. Agora gosto mais ainda dela”, o que nos ajuda também a tirar um pouco o estigma que o veganismo tem e abre espaço para esse lugar de encontro em vez de divisão.

Guia Vegano: Vocês inovaram com a estratégia de engajamento corporativo este ano. Quais foram os maiores desafios e sucessos dessa iniciativa e como isso fortalece o movimento vegan no Brasil?

Fernanda Morena: As empresas têm sido grandes aliados da transição alimentar. É mais fácil fazer uma mudança quando não precisamos abrir mão do pão com manteiga do café da manhã porque optamos por seguir uma alimentação à base de plantas. De novo, é sobre conseguir criar o lugar onde a gente pode se encontrar, e não se dividir. O sucesso disso na campanha está centrado em gerar mais acessos - acesso à informação (empresas criando conteúdos sobre veganismo), à oferta (no sentido de encontrar com mais facilidade) e com preços atrativos (que possibilitem as pessoas experimentarem). Começar algo novo é desafiador, mas as empresas confiaram no trabalho que a Veganuary faz junto a marcas e empresas no mundo todo há uma década para inaugurar esse trabalho no Brasil. Trabalhando juntos, conseguimos aumentar a conversa, o circular de informações sobre a alimentação à base de plantas, que é o que queremos, no fim.

Guia Vegano: A Veganuary tem um forte componente educacional e de suporte através de e-mails diários de coaching e outras mídias. Qual foi o feedback dos participantes sobre esses recursos e como eles ajudam na transição e manutenção do veganismo?

Fernanda Morena: Ainda não temos a pesquisa deste ano, mas os comentários e compartilhamentos nas redes sociais mostram que os materiais têm sido grandes aliados. Para fazer a mudança alimentar, é preciso ter informação e também apoio - desde ideias de receitas a dicas para turbinar o prato com escolhas nutricionais potentes. Então tentamos unir profissionais de diferentes áreas para trazer conteúdo que sirva à jornada do Janeiro Vegano de quem participa sem custo algum aos participantes. Não ter informações sobre como montar um prato saudável ou não ter ideia do que comer no jantar não pode ser um empecilho, uma barreira à adesão ao veganismo. Então a gente entrega. Na pesquisa do ano passado, vimos que a maior dificuldade apontada foi “comer fora”. Então, para este ano, convidamos influenciadores de todas as regiões do país para trazer as melhores dicas da região, de forma bem personalizada, em um Guia de Restaurantes Veganos, como resposta à dificuldade relatada. Nosso trabalho é fazer o possível para facilitar a transição alimentar, para que as pessoas vejam que é, sim, possível seguir a rotina de sempre, sempre uma pessoa que se alimenta só de plantas. Por isso que conseguimos chegar a 1,8 milhão de pessoas que contaram com o nosso apoio no mundo todo.

Guia Vegano: O aumento significativo nas vendas de marcas veganas durante o Veganuary é impressionante. Na sua visão, como essa tendência impacta a economia local e a indústria alimentícia no Brasil?

Fernanda Morena: Esperamos que o impacto seja de longo prazo. Que quem aproveitou as ofertas e lançamentos para experimentar uma alimentação à base de plantas em janeiro tenha visto a qualidade incrível das marcas brasileiras e siga optando, de forma definitiva, esses produtos em vez daqueles que envolvem ingredientes de origem animal quando consumidos em sua dieta. Isso claro cria uma demanda que vai provocar uma oferta e, assim, produtos que servem de apoio à transição alimentar se popularizarão. Há também uma necessidade crescente de fazer com que esses produtos cheguem aos restaurantes que querem oferecer opções veganas e não encontram os parceiros. Então é importante também acompanhar esse movimento logístico que é um grande desafio de desenvolvimento do mercado em um país continental como o nosso.

Guia Vegano: A culinária é uma parte essencial da cultura brasileira. Como a Veganuary está trabalhando para incorporar pratos típicos brasileiros de forma vegana, respeitando a tradição e o paladar local?

Fernanda Morena: Estamos convidando pessoas de diferentes regiões para participar da campanha e compartilhar suas sugestões locais, receitas preferidas. Nosso papel como facilitador do processo todo é conseguir fazer essas pontes, e espero que consigamos fazer isso cada vez mais e melhor, para que todo mundo veja que não precisamos abrir mão do que mais gostamos, ou daquilo que tem mais conexão com a nossa cultura alimentar; a gastronomia vegana é criativa para transformar todas essas refeições que amamos em uma versão sem crueldade.

Guia Vegano: A campanha deste ano teve um foco especial em tornar o veganismo acessível e amigável. Quais foram as estratégias utilizadas para alcançar essa acessibilidade e como você avalia os resultados?

Fernanda Morena: Essa é a missão da organização: somos amigáveis, queremos que o processo seja divertido e delicioso. É a forma de fazer com que a transição tenha sucesso e tenha chance de ser de longo prazo. Nós queremos que as pessoas que não são veganas se sintam inspiradas e desafiadas a experimentar. Nossa estratégia é sempre ir ao encontro das pessoas, e não contra elas. É entender que alimentação é sobre um monte de coisas, inclusive questões afetivas, e ter respeito a isso enquanto encontramos formas criativas de convencer essas pessoas a darem uma chance para uma opção vegana. O fato de a campanha estar crescendo todos esses anos no mundo todo só mostra como essa estratégia tem dado certo. No Brasil, estamos buscando ativamente estar em mais lugares, conversar com mais pessoas, trazer mais multiplicadores da campanha para perto, seguindo esta mesma toada. Fomos muito felizes com os resultados e vamos seguir apostando nisso: na união de todas as pontas.

Guia Vegano: Sabemos que a mudança para um estilo de vida vegano vai além da alimentação. Como a Veganuary aborda outras áreas, como moda e cosméticos, em suas campanhas e iniciativas no Brasil?

Fernanda Morena: Sim, o veganismo é complexo e há muitas formas e motivações para ele. Como organização, nosso foco principal está na alimentação, mas, claro, também trazemos conteúdos, empresas e criadores de conteúdo que falam desses outros universos como apoio para os próximos passos. Sabemos que há muitas pessoas que fazem o processo por outros caminhos; porque se aproximam da beleza natural por meio de marcas limpas, que não testam em animais, acabam se interessando por uma alimentação vegana. E então elas chegam até a gente e nós as apoiamos na transição alimentar. E assim marcas de cosméticos, por exemplo, acabam gerando parcerias com a Veganuary. É uma união de forças.

Guia Vegano: A sustentabilidade é uma preocupação crescente. Pode nos contar como a Veganuary integra práticas sustentáveis em suas campanhas e como isso ressoa com o público brasileiro?

Fernanda Morena: Certamente, veganismo e sustentabilidade estão fortemente conectados e precisam estar, na estratégia e no tático. Nossas campanhas são prioritariamente digitais e, quando estão no mundo físico, respeitam uma série de critérios para serem o mais sustentáveis possível. Não usamos de táticas de campanha que produzam lixo, criem impacto negativo a habitats naturais ou gerem a exploração de pessoas e/ou animais. Seguimos sempre revisando nossas políticas para incluir ou excluir práticas para a sustentabilidade.

Guia Vegano: Por fim, quais são os próximos passos para a Veganuary no Brasil? Existem novas iniciativas ou áreas de foco que podemos esperar ver no futuro?

Fernanda Morena: Depois desse lançamento de sucesso do trabalho de engajamento corporativo, esperamos crescer nessa área. Não só trazendo mais marcas, restaurantes e lojas para perto, mas também expandindo nosso trabalho de apoio a stakeholders internos com o Desafio Veganuary na Firma. Queremos que as empresas que estão investindo em sustentabilidade olhem pro veganismo como uma estratégia para fortalecer seus objetivos e compromissos e aceitem esse divertido desafio com a gente. Também queremos que a campanha chegue a cada vez mais pessoas, em mais cidades, em mais estados. Estamos comprometidos em pensar nas formas mais inclusivas e diversas para falar de veganismo com respeito à diversidade que o Brasil e o nosso povo têm. Se tivermos sucesso nisso, conseguiremos contribuir para a diminuição da violência contra os animais e a mitigação dos impactos negativos ao nosso meio ambiente e à saúde das pessoas.

Encerrando a Conversa

entrevista veganuary 2024À medida que a conversa com Fernanda Morena chega ao fim, fica evidente que a jornada da Veganuary Brasil é mais do que uma campanha passageira; é um movimento em crescimento, um diálogo em expansão e uma promessa de transformação. As palavras de Fernanda, repletas de insights e reflexões, não apenas delineiam o contorno do presente, mas também desenham as possibilidades de um futuro onde o respeito pela vida em todas as suas formas é a bússola que guia a sociedade.

Através desta entrevista, vislumbramos o poder da colaboração, a força da inovação e a vitalidade da comunidade na redefinição de culturas alimentares e estilos de vida. Fernanda, com sua liderança empática e estratégica, reitera que cada passo em direção ao veganismo é um passo em direção a um mundo mais equânime e sustentável.

Agradecemos a Fernanda Morena por sua generosidade em compartilhar suas experiências, sabedoria e visão conosco. Sua liderança não apenas ilumina o caminho para a Veganuary Brasil, mas também acende uma faísca de esperança e inspiração para todos aqueles comprometidos com a construção de um mundo melhor.

---

Artigos Relacionados:


  • Criado por .
  • Acessos 340